sábado, 31 de julho de 2010

Poucas Palavras

O MAL não vence o BEM.

Não há de vencer a guerra, no final.

Mas, até que ela acabe,

Colecionará inúmeras batalhas.

Nada BOM. Muito MAU.

O que é isso?

Pura e simples: vida real.

Lamentável.

Previsível.

Irracional.

[Guilherme Ramos, 31/07/2010, 23h46, após ler a postagem “Dias Difíceis (O Bem Vence o Mal?)”, no blog "Contatos Imediatos", de Jr Vilanova.]

3 comentários:

Jr Vilanova disse...

Vivemos num tempo em que não há mais certezas... tudo é incerteza, obscuro, difícil... por isso as artes nos salvam e a sua poesia precisa existir sempre!

Um abraço.
Jr.
Ps: Amanhã deixarei um novo selo pra ti no Contatos!

Marina disse...

Hoje em dia, a gente lida mais com meio-termos que com BEM e MAL. Chega até a ser difícil de separar os dois, de tanto que se confundem dentro do outro.

Junnior disse...

Poucas, mas sábias palavras, para entendermos que o bem sempre vencerá. Uma pena, no entanto, é a gente achar a guerra algo "previsível". Mas, como bem disse você: "vida real".

Postar um comentário

Sua participação aqui é um incentivo para a minha criatividade. Obrigado! E volte mais vezes ao meu blog...

 
;