sábado, 3 de novembro de 2012

Segredo (Misturando Tesão com Letras)

Poesia erótica, ok? Permita-se...

Cheiro, olfato. De fato! Tato, contato. Audição!
Gemidos. No ouvido. Maldição! Sozinho, não consigo!
Paladar, para dar o que falar (no beijar) contigo.
Visão: vê-la nua, sob a lua, ah! Loucuras do tesão...

Línguas e dedos, toques e retoques, dentes e mãos...
Palavras e frases, conceitos fortes tocam o coração:
Sexo selvagem, sexo romântico (às vezes, nem tanto!)
Por vezes tântrico, muito mais que perfeito, então!

Seu corpo é um segredo, você tem que me mostrar
Quando ir, quando vir, onde lamber, onde tocar...
Sinceramente? É ótimo aprender! Não é nada mal!

Não sei se vai sair poesia ou se vai sair punheta...
É nisso que dá, misturar... hum... tesão com letra,
Nessas coisas (quase loucas) e transas de casal.

(Guilherme Ramos, 03/10/2012, 2h36, numa inspiração mais que excitante! Rssss...)

Imagem: Google.

1 comentários:

Carol disse...

Geeeenteeeee
Quem é você o que você fez com meu amigo?
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Acho que a literatura erótica esta chegando com tudo mesmo.
Muito bom amigo!!!!

Postar um comentário

Sua participação aqui é um incentivo para a minha criatividade. Obrigado! E volte mais vezes ao meu blog...

 
;